C&A – uma história de sucesso

Uma ideia realizada.

Hoje em dia, a C&A faz parte da paisagem urbana, na maioria dos países da Europa. Diariamente, cerca de dois milhões de pessoas visitam as nossas filiais. No entanto, muitas dessas pessoas não conhecem a história que está por detrás das duas iniciais C&A.  A história começou já no século XVII. Nessa época os antepassados dos antigos fundadores da empresa, Clemens e August Brenninkmeijer( cujas iniciais  fazem parte do logotipo da firma), comercializavam têxteis em toda a Europa. Duzentos anos mais tarde, os dois irmãos Clements e August vendiam tecidos principalmente na zona da Alemanha e Países Baixos, seguindo a antiga tradição de familia. Foram eles que, em 1841, na cidade de Sneek, situada na Frísia, fundaram a empresa C&A Brenninkmeijer. Este foi o início de uma história de sucesso que dura até aos dias de hoje.

Da Vestfália para a Europa

Em Mettingen foi onde tudo começou.

O dois fundadores tinham um plano de negócio muito simples e ao mesmo tempo revolucionário para aqueles tempos: oferta de vestuário de boa qualidade a preços razoáveis, introdução de tamanhos padrão, assim como possibilidade de troca, orientada para o cliente. Desta forma definiram o benchmark no negócio do comércio retalhista da moda. As boas ideias impõem-se. E foi assim que o número de filiais cresceu continuamente nos Países Baixos. Obviamente os herdeiros da Clemens & August expandiram de igual forma o modelo de sucesso além das fronteiras holandesas.

Em 1911 a empresa familiar abriu o primeiro estabelecimento em Berlim, na Alemanha. Mais tarde, seguiu-se a abertura de estabelecimentos em Inglaterra. A Segunda Guerra Mundial travou os planos de expansão. No entanto, no início dos anos sessenta a expansão prosseguiu, com a abertura de estabelecimentos na Bélgica, França e Suíça. Hoje, a empresa C&A, que continua a ser gerida como uma empresa familiar, encontra-se representada até mesmo na China, Brasil e México. Estas filiais operam de forma independente da C&A Europa.

Sempre na vanguarda da moda

C&A - tem as tendências de moda numa loja perto de si

Se quer ter sucesso no negócio da moda deve saber exactamente o que as pessoas procuram a todo o momento. A C&A sempre teve um talento especial para isso e ainda tem. Enquanto nos anos 50 e 60, os biquinis ou mini-saias ainda provocavam indignação em muitas pessoas, a C&A adoptou estas tendências e tornou-as acessíveis a um público alargado. Foi assim que a C&A deixou a sua marca decisiva. Ainda hoje a empresa tem consultores de moda nas ruas das cidades para observar novas tendências de moda e transmitir aos designers da C&A. Estes, por sua vez, desenham a moda que pouco tempo depois será usada e circulará nas ruas da Europa.

Moda na Europa

A C&A continua o seu caminho de expansão.

O que em 1841 começou por ser uma empresa com duas pessoas, é hoje uma das principais empresas de moda na Europa. Após terem aberto algumas filiais da C&A nos Paises Baixos, os herdeiros dos fundadores da empresa reconheceram o potencial do conceito de negócio e expandiram-no até aos países vizinhos. Entretanto, a C&A abriu mais de 1575 filiais na Europa e emprega mais de 37.500 trabalhadores. Com de 500 estabelecimentos, a Alemanha representa o maior mercado, seguindo-se os Países Baixos, Áustria, Bélgica, Espanha e França. Mais recentemente, a C&A abriu filiais na Itália, Roménia, Croácia, Sérvia e Dinamarca.
A C&A tem moda para toda a família. As doze marcas próprias pretendem assegurar que a C&A tem os artigos de moda que os seus clientes pretendem, desde o hip e trendy até ao clássico e elegante. As lojas XL têm tido igualmente muito sucesso na C&A,ofereçendo artigos de moda atractivos para quem usa tamanhos grandes.

Mais sobre as nossas instalações.

Um dos líderes mundiais em bio-algodão

A C&A introduz o bio-algodão no mercado de massas

A C&A congratula-se igualmente em acompanhar o desejo crescente dos seus clientes por produtos ecológicos. Desde 2006 que a C&A apresenta colecções feitas em bio-algodão certificado e presta, assim, um importante contributo ao meio ambiente. Graças ao cultivo de bio-algodão, abdicou-se da utilização de pesticidas, fertilizantes químicos e sementes modificadas geneticamente. Isto ajuda a recuperar o equilíbrio ecológico, a promover uma agricultura sustentável, assim como a proteger a saúde dos agricultores que cultivam algodão, bem como da sua família. Em 2009, a C&A vendeu cerca de 12,5 milhões de peças de vestuário feitas em bio-algodão, o que corresponde a aproximadamente 10% do total da colecção de algodão da C&A.

Esta percentagem será aumentada nos próximos anos. A C&A é hoje o maior fornecedor em todo o mundo, de vestuário fabricado a partir desta matéria-prima. É particularmente agradável para os clientes o facto do bio-algodão da C&A não custar nem mais um cêntimo do que os artigos de moda feitos em algodão cultivado de forma convencional.

Abertura, Honestidade, Confiança

Unsere Unternehmensphilosophie fußt auf traditionellen Werten

Toda a história da empresa é caracterizada por uma orientação baseada em valores tradicionais. A C&A age numa esfera global e, por isso, complexa. Isto é apenas possível quando todas as áreas de negócio e todos os colaboradores se orientam pelos mesmos valores.

Propomo-nos diariamente novos desafios nos negócios, no que diz respeito às condições de trabalho e ao meio-ambiente. Por forma a alcançar estes desafios e apesar da constante mudança, o nosso relacionamento com as pessoas e com o meio-ambiente baseia-se no princípio da sustentabilidade, É neste principio que se regem as nossas ideias comerciais e as nossas estruturas de gestão.

Definimos claros padrões éticos, sociais e ecológicos no nosso código de conduta, que são componentes obrigatórios das nossas relações comerciais. A observância destas condições é verificada de forma regular pela organização independente SOCAM.